As cineastas, a pandemia e o financiamento do cinema: à conversa com Catarina Vasconcelos

Continuamos a conversa com Catarina Vasconcelos, a propósito do seu filme mais recente, “A Metamorfose dos Pássaros”. A cineasta não hesitou em reconhecer que pertence a uma minoria, já que “o cinema português sempre foi um meio dominado por homens”. E ainda continua assim, apesar dos trabalhos de mulheres como Cláudia Varejão, Teresa Villaverde ouContinue a ler “As cineastas, a pandemia e o financiamento do cinema: à conversa com Catarina Vasconcelos”

Advertisement

Beatriz e os seus filhotes: a “Metamorfose dos Pássaros” de Catarina Vasconcelos

Beatriz estava casada com Henrique, um oficial da marinha, desde os seus 21 anos. Enquanto o seu marido estava no mar, Beatriz ficava em terra, em Lisboa, “a construir a sua família”. Como nenhuma relação existe sem comunicação, os dois iam trocando cartas. O almirante relatava-lhe a sua vida no mar, ao mesmo tempo queContinue a ler “Beatriz e os seus filhotes: a “Metamorfose dos Pássaros” de Catarina Vasconcelos”

Para Além dos Conselhos

O primo e o outro José A paixão de José Oliveira pela sétima arte começou ainda na sua infância com “o primo viciado em filmes”. O videoclub do seu parente foi a fonte do seu primeiro contacto com o cinema. Viam obras de todo o género, ainda em formato VHS. Mas José não esconde “aContinue a ler “Para Além dos Conselhos”

Os Conselhos de José, o teimoso

Roberto era um jornalista frustrado como tantos outros. Sonhava “mudar o mundo, escrever artigos do caraças”, mas falhara em tudo. Chegara a escrever alguns textos e mesmo a publicar um livro, mas como diria o cineasta que lhe deu origem, “toda a gente cagou para aquilo”. Para “não escrever mais”, decidiu fugir para o AlentejoContinue a ler “Os Conselhos de José, o teimoso”

Maria Augusta Santos (PS): “Distrito marcado por fortes assimetrias impõe uma atenção da parte do governo”

Pedro Maia Martins: Como se apresenta aos nossos leitores? Augusta Santos: Eu sou natural e residente em Vila Nova de Famalicão, na freguesia de Lousado. Sou professora de Geografia há mais de 40 anos. Estive sempre muito ligada ao 12º ano. Neste momento desempenho o mandato de deputada na Assembleia da República (AR), em representaçãoContinue a ler “Maria Augusta Santos (PS): “Distrito marcado por fortes assimetrias impõe uma atenção da parte do governo””

Nuno Sá (PS): “Temos de prestar uma atenção especial às questões económicas e sociais”

Pedro Maia Martins: Como se apresenta aos nossos leitores? Nuno Sá: Sou um famalicense, neste caso da vila de Ribeirão e tenho 43 anos. Formei-me em Direito na Universidade Católica do Porto e exerci a advocacia no meu escritório, também em Ribeirão, entre 2002 e 2005, tendo trabalhado também como quadro das Autoridade para asContinue a ler “Nuno Sá (PS): “Temos de prestar uma atenção especial às questões económicas e sociais””

Luís Cirilo (ALIANÇA): “Há quatro áreas prioritárias de intervenção: mobilidade, juventude, idosos e ambiente”

Pedro Maia Martins: Como se apresenta aos nossos leitores? Luís Cirilo: Sou natural de Guimarães. Tenho 59 anos de idade e 40 de vida política. Profissionalmente, já fiz várias coisas: já fui bancário, profissão à qual regressei quando deixei de ser deputado, fui mediador de seguros, trabalhei na empresa de comércio de materiais de construçãoContinue a ler “Luís Cirilo (ALIANÇA): “Há quatro áreas prioritárias de intervenção: mobilidade, juventude, idosos e ambiente””

Teresa Salomé (LIVRE): A raiz ambiental será sempre um dos pilares do Livre, juntamente com a igualdade, a liberdade e o europeísmo

Pedro Maia Martins: Como se apresenta aos nossos leitores? Teresa Salomé: Sou natural de Tomar, vivi em Lisboa muito tempo e vim viver para Braga há muitos anos. Durante muito tempo dividi o meu tempo entre Braga e a capital, onde fazia investigação, mas acabei por estabelecer por aqui. Neste momento trabalho como geóloga, numaContinue a ler “Teresa Salomé (LIVRE): A raiz ambiental será sempre um dos pilares do Livre, juntamente com a igualdade, a liberdade e o europeísmo”

Vasco Santos (MAS): “Precisamos de vozes e decisores diferentes”

Pedro Maia Martins: Como se apresenta aos nossos leitores? Vasco Santos: Sou de Barcelos, trabalho como assistente operacional e sou militante do Movimento Alternativa Socialista (MAS), neste caso candidato às eleições legislativas como cabeça de lista pelo distrito de Braga. Fui também candidato à Câmara Municipal de Barcelos há dois anos e cabeça de lista às europeias deste ano peloContinue a ler “Vasco Santos (MAS): “Precisamos de vozes e decisores diferentes””

Rafael Pinto (PAN): “Tudo o que queremos é lutar pelas causas em que acreditamos”

Pedro Maia Martins: Como se apresenta aos nossos leitores? Rafael Pinto: Natural de Celorico de Basto, tenho 23 anos e sou licenciado em Direito e mestrando em Direito da União Europeia com o foco na política ambiental. Ativista das causas ambientais e animais, sou também apaixonado pelos temas da saúde e educação. Sou o cabeça deContinue a ler “Rafael Pinto (PAN): “Tudo o que queremos é lutar pelas causas em que acreditamos””